terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Amor-Perfeito

29-01-2012
Nome Científico: Viola tricolor
Sinonímia: Viola tricolor var. hortensis
Nomes Comuns: Amor-perfeito, Amor-Perfeito-de-Jardim, Viola
Família: Violaceae
Origem: Europa

O Amor-Perfeito é uma planta herbácea e vivaz que, no entanto, é cultivada como anual. As suas flores são achatadas de perfeita simetria em diversas cores (roxa, amarela, azul ou branca), algumas bicolores ou com manchas escuras no centro. É uma planta muito versátil que pode ser plantada em vasos e jardins, formando maciços e bordaduras muito bonitas e coloridas.
Os Amores-perfeitos utilizados nos jardins foram obtidos a partir da planta espontânea Amor-perfeito-bravo (viola tricolor) que costuma crescer nos campos. Em jardinagem, cultivam-se várias espécies e variedades de amores-perfeitos, como por exemplo a viola tricolor hortensis, a viola x wittrockiana (um híbrido que apresenta flores maiores, sendo talvez a variedade mais utilizada), a Viola cornuta (com flores pequenas, onde cada planta consegue ter mais de 10 flores de uma só vez).

30-01-2012
Cultivo: O Amor-perfeito aprecia um local ensolarado, pois a sombra excessiva faz com que as plantas enfraqueçam e produzam menos flores. Gosta de solos com bastante matéria orgânica, húmidos e com boa drenagem. Necessita de rega quase diária e feita com cuidado, pois é uma planta que não tolera seca mas também não aguenta ter as raízes encharcadas. Se removermos as flores velhas vamos conseguir prolongar a sua floração. Multiplica-se por sementes.

Utilizações: As suas flores têm uma textura aveludada, são refrescante e coloridas. São as flores comestíveis mais populares, pois é possível brincar com as diversas cores (amarelo, vermelho, roxo, azul e branco) e, assim, colorir os pratos. Servem para decorar saladas, enfeitar patés, sobremesas ou saladas de frutas. Podem ser cristalizadas e depois utilizadas em bolos, biscoitos ou sobremesas cremosas. É frequente ornamentarem cubos de gelo e aromatizarem vinagres. 
29-01-2012
O amor-perfeito cultivado, embora menos ativo, tem as mesmas propriedades que o amor-perfeito espontâneo, podendo ser utilizado para os mesmos fins. Já a violeta-de-cheiro (Viola odorata) possui menor quantidade de derivados salicílicos pelo que não deve ser utilizada em sua substituição.

Curiosidades: O Amor-perfeito deve o seu nome à sua antiga utilização na preparação de elixires do amor, sendo muito referido na literatura e poesia românticas. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...