quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Inhame chinês


21-08-2017
Nome científico: Dioscorea polystachya
Sinonímia: Dioscorea batatas, Dioscorea opositifolia, Dioscorea opposita
Família: Dioscoreaceae
Origem: China

O inhame chinês é uma planta trepadeira com um ciclo de vida perene. As suas folhas são verdes, alternadas (podendo ser opostas nas pontas) e longo-pecioladas. As folhas inferiores são geralmente ovais em forma de coração e as superiores apresentam uma forma de seta com 3 lobos (trilobadas), ambas com veias proeminentes. A planta raramente floresce, mas as suas flores são minúsculas e com aroma de canela. Produz tubérculos subterrâneos e, na axila das folhas, crescem tubérculos aéreos (bolbilhos).
04-06-2016
09-06-2016

Propriedades e utilizações: O inhame chinês é uma planta usada na alimentação, na medicina tradicional chinesa e como ornamental.
Quando cozinhados, tanto os tubérculos subterrâneos como os aéreos são comestíveis, embora os bolbilhos geralmente não sejam apanhados e usados ​​como alimento. Até ao momento nós ainda não experimentámos nenhum dos dois. De acordo com Plants for a Future os tubérculos subterrâneos são saboroso e nutritivo, sendo o sabor semelhante ao de uma batata normal.
03-06-2017
Apesar de por cá não florir, esta planta continua a ser plantada pelo seu valor ornamental. É considerada uma atraente trepadeira com flores que cheiram a canela.
Os bolbilhos servem de alimento para pequenos roedores.
22-10-2016
27-05-2017

Cultivo: Deve ser plantada à sombra parcial, apesar de tolerar o sol direto. É uma planta que se adapta à maioria das condições de solo, preferindo os que possuem boa drenagem e alguma matéria orgânica. Requer regas frequentes de forma a ter sempre humidade no solo. Devemos ter em atenção que em condições favoráveis a planta pode crescer demasiado e ser difícil o seu controlo.  A planta perde a parte aérea e rebrota na primavera. Multiplica-se facilmente através dos bolbilhos aéreos ou de pedaços do tubérculo subterrâneo.

04-07-2017
28-08-2017
Curiosidades: O nome do género Dioscorea é uma homenagem a Pedanius Dioscorides, um estudioso grego, considerado o fundador da farmacognosia através da sua obra “De materia medica”, que foi a principal fonte de informação sobre ervas medicinais desde o século I até ao século XVIII (foi o padrão por quase 2000 anos); Os bolbilhos aéreos geralmente têm o tamanho de ervilhas, mas, por vezes, podem alcançar o tamanho de uma bola de golfe; Há literatura que considera Dioscorea opositifolia e Dioscorea opposita como sinónimos de Dioscorea polystachya. Depois há vários trabalhos botânicos que referem que só os nomes científicos Dioscorea opposita e Dioscorea opositifolia se referem à mesma planta (sendo considerados hoje em dia sinónimos) e que foram consistentemente mal aplicados ao inhame chinês, Dioscorea polystachya, justificando que as plantas não devem ser confundidas, pois a Dioscorea oppositifolia ocorre apenas na Índia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...