sexta-feira, 25 de novembro de 2016

No dia de Santa Catarina tudo ganha raiz

25-11-2016
  
Costumamos ouvir dizer que “no dia de Santa Catarina tudo ganha raiz” ou "No Entrudo pega tudo"!

O dia de Santa Catarina é hoje (dia 25 de Novembro) e a origem desta ideia deve estar no provérbio francês "À la Sainte-Catherine, tout bois prend racine".
Há quem defenda que o provérbio se refere ao facto de ser tempo favorável para a plantação de árvores e arbustos de raiz nua. Mas, ao que parece, o provérbio original refere-se à propagação de plantas por estacas… neste caso estacas lenhosas!

Imagem 1
Na imagem 1 podemos ver alguns "métodos de propagação importantes: em regra, uma planta pode propagar-se de diversas formas. O jardineiro deve decidir qual a técnica mais adequada - consoante a época do ano, os equipamentos disponíveis, o objectivo da propagação e as condições biológicas da planta." (imagem e excerto retirado do livro Propagação de Plantas de Fritz Kohlein)

Das várias formas de propagarmos as plantas, a “estaquia, ou “multiplicação por estacas”, é um método de reprodução assexuada de plantas (propagação vegetativa) e consiste no plantio de pequenas estacas de caule, raízes ou folhas que, plantadas em meio húmido, dão origem a novas plantas. (daqui) 

De acordo com a parte usada das plantas temos estacas:
- foliares (folhas)
- radiculares (raízes)
- caulinares (caules/ramos). Estas últimas são as mais comuns e classificam-se em função do grau de lenhificação do caule usado: Estacas tenras/herbáceas (ramos novos, do ano, jovens e vigorosos, “ponteiros”); Estacas semilenhosas (ramos intermédios, ou seja, tenros na ponta e firmes na base); Estacas lenhosas (ramos antigos, firmes, lignificados). Estas podem ainda ser: simples, com talão (pequena porção de madeira velha) ou em cruzeta (secção do caule de madeira mais velha).

A época de propagação depende do tipo de planta e estaca utilizada, por exemplo normalmente na primavera usam-se as estacas tenras, no verão estacas semilenhosas e no inverno estacas lenhosas.
O tempo de enraizamento é variável, dependendo da espécie e do tipo de estaca, mas podemos dizer que estacas tenras ou semilenhosas é expectável enraizarem em cerca de 4-6 semanas, enquanto que as estacas lenhosas levam de 2-3 meses.

26-04-2016
Dicas para prepararmos e termos sucesso no enraizamento das estacas:
“1. Esterilizar todas as ferramentas envolvidas no processo para eliminar todas as bactérias e fungos.
2. Escolher um substrato adequado e encher os recipientes.
3. Preparar as estacas, selecionando um ramo saudável da planta que se quer multiplicar.
4. Cortar uma porção do ramo, em forma de bisel, imediatamente abaixo de um nó.
5. Retirar as folhas inferiores, para não apodrecerem em contacto com o substrato, e cortar as superiores ao meio, se forem grandes, evitando perdas de água excessivas por transpiração. Retirar a flor ou alguma haste floral para evitar perdas de energia.
6. Mergulhar a base das estacas em hormonas de enraizamento.
7. Enterrá-las cerca de 1/3 no substrato (estacas tenras e semilenhosas) e cerca de 2/3 para as estacas lenhosas.
8. Regar de modo a manter o substrato húmido, sem encharcar, para evitar o apodrecimento da base das estacas.
04-05-2016
9. Transplantar as estacas enraizadas, quando se observar um bom número de raízes no fundo da placa. A transplantação poderá ser feita para vasos individuais ou para o local definitivo.” (adaptado daqui

Com a multiplicação das nossas plantas conseguimos ter mais das que gostamos, é vantajoso ter vários exemplares para o caso de perdemos alguma planta e assim também podemos fazer trocas para aumentar a nossa coleção!
As plantas mais fáceis de propagar por estaca são, para nós, as suculentas. No entanto, também conseguimos de: Roseiras, Sardinheiras, Crisântemos, Cravos, Brincos-de-princesa, Coleus, Hortências, Salvia leucanta, Pera-meloa, Abutilão, Malva-rosa, Sempre-noiva, Silindra, Hibisco-da-Síria, Incenso-bastardo, Falso-boldo, Sete-léguas, Alecrim, Alfazema, Marmeleiro, Cuphea ignea, Deutzia... 
(em atualização)

Muito há para dizer e aprender acerca da multiplicação por estacas!

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...