terça-feira, 10 de maio de 2016

Estrelícia

04-05-2016
 
Nome científico: Strelitzia reginae 
Nomes comuns: Estrelícia, Ave-do-Paraíso, Pássaro-do-Paraíso
Família: Strelitziaceae
Origem: África do Sul (Cabo da Boa Esperança)

17-04-2012
21-04-2014
A estrelícia é uma planta herbácea que forma grandes tufos e tem um ciclo de vida perene. É rizomatosa, com raízes carnudas e compridas. O seu pecíolo (a estrutura que liga a folha ao caule) pode medir até 1 metro de comprimento. As suas folhas são grandes, rijas e coriáceas de forma oblongo-lanceolada, de cor verde azulada. A sua inflorescência é composta por sete ou mais flores, cujas sépalas são laranjas e as brácteas azuis (as flores verdadeiras são pequenas e de cor branca). A sua floração ocorre praticamente durante o inverno e a primavera. Os seus frutos são cápsulas. 
21-04-2014
21-04-2014

Utilizações: O facto de cada pé formar um maciço permite-nos utilizar a estrelícia no jardim como um pequeno arbusto muito decorativo. Fica bem isolada no meio de um jardim com ou sem outra vegetação. Pode ser utilizada como sebe ou ainda em interiores.
As estrelícias são bastante resistentes ao vento e, por isso, são adequadas para as zonas costeiras. As suas flores são muito duráveis e largamente utilizadas como flor-de-corte. As abelhas são visitantes comuns nas suas flores. 

21-04-2014
22-11-2015
04-05-2016

Cultivo: Deve ser cultivada em local soalheiro. Adapta-se à maioria dos solos, desde que estes possuam uma boa drenagem. Prefere solos ácidos e ricos. A principal doença que pode atingir esta planta é a podridão radicular, a qual tem mais probabilidade de se desenvolver em terrenos húmidos com má drenagem.

11-03-2016
No verão necessita de alguma rega e no inverno convém protegê-la das geadas severas. A poda de limpeza é importante para retirar folhas e outras partes da planta que estejam secas, partidas ou doentes. Recomenda-se que as hastes que já floresceram sejam eliminadas, evitando a sua competição por luz e nutrientes. Multiplica-se pela divisão dos tufos e rizomas, mas também por sementes (apesar de não ser uma opção vantajosa). 

Curiosidades: O nome científico desta planta é uma homenagem à rainha Sofia Carlota de Mecklenburg-Strelitz, esposa do Rei Jorge III do Reino Unido; Foi trazida para a Europa em 1773; A flor da estrelícia tem uma forma única e semelhante à cabeça de um pássaro, daí a origem de alguns nomes comuns; É uma planta que só floresce a partir dos 3 anos de idade e para florescer a temperatura média tem de estar acima dos 10º C.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...