sábado, 17 de outubro de 2015

Olaia


07-04-2015
Nome científico: Cercis siliquastrum
Nomes comuns: Olaia, Árvore-do-Amor, Árvore-de-Judas, Árvore-da-Judeia
Família: Fabaceae (ou Leguminosae)
Origem: Mediterrâneo oriental e Médio Oriente

29-05-2011
03-05-2012
A olaia é uma árvore perene de folhagem caduca. É considerada uma pequena árvore (ou um grande arbusto) de copa arredondada e irregular que pode atingir entre os 5 a 10 metros de altura. Apresenta um porte ereto, possuindo um tronco delgado na forma arbustiva e mais largo e alongado na forma arbórea, podendo, na maturidade, tornar-se bastante retorcido. As suas folhas são em forma de coração, verdes na página superior e acinzentadas na página inferior. A sua floração ocorre na primavera, diretamente nos ramos ou no tronco, antes do aparecimento das folhas. Produz uma vagem com sementes que permanece na árvore durante bastante tempo.
07-04-2015
12-06-2013

Utilizações: Em Portugal, a olaia é muito usada como árvore/arbusto de arruamento ou ornamental. É resistente à poluição.
É, também, muito apreciada na produção de bonsai.
É bastante atrativa para as abelhas e outros insetos polinizadores, devido à cor das flores e ao aspeto geral da planta na época de floração.
As suas flores são comestíveis e têm um sabor adocicado e ácido, podendo ser comidas em saladas. Os botões florais podem ser usados como pickles em substituto das alcaparras.
Sendo uma leguminosa, tem uma relação simbiótica com determinadas bactérias do solo (Rizobium), estas bactérias formam nódulos com as raízes e fixam azoto atmosférico.

Cultivo: Cresce quase em qualquer tipo de solo mesmo num solo pobre, no entanto, prefere um solo arenoso profundo e seco, não sendo o seu crescimento/desenvolvimento favorecido em solos argilosos molhados. É resistente ao frio e à seca. Não suporta o alagamento. Aprecia locais com uma exposição solarenga. A sua propagação é feita, normalmente, por semente (apesar da dormência interna das sementes) e, também, por estacas semilenhosas.
11-04-2012
07-04-2015
07-04-2013
Curiosidades: O nome do género deriva do grego “cercis” que significa naveta (vaso em forma de barco onde se introduz o incenso destinado aos turíbulos, nas cerimónias da Igreja), isto provavelmente devido à forma do seu fruto; É chamada popularmente de "árvore-de-judas", pois diz-se que foi nesta árvore que Judas se enforcou após ter traído Cristo, mas esse nome poderá também derivar de "árvore-da-Judeia", nome da região onde a árvore era vulgar; É, ainda, conhecida como "árvore-do-amor" pelas suas folhas em forma de coração e as suas flores que lembram lágrimas cor-de-rosa; Em Portugal é referida como tendo um “comportamento invasor pontual, mas preocupante"; Em Israel, tem estatuto de planta protegida.
Nota: 1.ª atualização.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...