quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Rabanete

  
10-01-2013
Nome científico: Raphanus sativus
Nomes comuns: Rabanete, rábano, rabanete-das-hortas, nabo-chines, rábano-curto
Família: Brassicaceae (Cruciferae)
Origem: Há quem considere que o rabanete é originário da China, mas outros apontam-no como natural do oeste da Ásia e do sul da Europa (Mediterrâneo)

O rabanete é uma planta herbácea, anual ou bienal, que quando adulta pode medir entre 15 e 20 cm de altura. As folhas dispõem-se em roseta, são ovaladas verde-escuras e com estrias vermelhas. As suas flores são brancas e o seu fruto é uma síliqua.
A sua raiz é aprumada, carnuda e comestível, normalmente de sabor picante. Pode apresentar uma forma redonda, ovoide ou alongada, curta ou comprida. A sua polpa é crocante e branca e a sua cor externa pode ser cor-de-rosa, vermelha, amarela, branca ou negra.

Cultivo: Existem várias variedades de rabanetes que normalmente são classificadas e agrupadas de acordo com a estação do ano em que devem ser cultivados e, dentro destas, em função da forma das raízes. Assim, podemos ter: os rabanetes de todo o ano, que são os rabanetes mais pequenos e que se desenvolvem muito depressa; os rabanetes de verão e outono que são as variedades que precisam de maior período de vegetação, mas são também as que apresentam as maiores raízes; os rabanetes de inverno que se caracterizam por se conservarem muito mais tempo, por terem raízes grandes e um longo período de vegetação.
06-03-2013
06-05-2012
A sementeira deve ser efetuada no local definitivo, a lanço ou em linha e sob sol direto. Esta cultura adapta-se a vários tipos de solo, mas prefere solos de textura leve ou média e bem fertilizados. As sementes germinam em 4 a 10 dias. Quando as plantas desenvolvem duas folhas podemos desbastá-las de forma a incentivar o seu crescimento. Os rabanetes temem a secura, devendo ser regados sempre que faltem as chuvas. Temem também o excesso de calor que lhe confere um sabor mais forte.
16-01-2014
A colheita depende da variedade escolhida, mas geralmente pode realizar-se um mês após a germinação. No caso dos rabanetes de inverno pode ser iniciada em 60 dias. Contudo, devemos estar atentos para que os rabanetes não sejam colhidos com muito atraso, pois as raízes tendem a tornarem-se lenhosas e amargas.
São atacados pelas mesmas doenças que as crucíferas, mas devido ao seu rápido crescimento os danos são pouco significativos.
 
16-01-2014
Propriedades e utilizações: Os rabanetes são uma fonte de vitaminas C, B1 e B2. Contêm minerais como o cálcio, fósforo e ferro. Usam-se como diurético e como estimulante do fígado, pois possuem propriedades coleréticas (promove a produção da bílis e a sua produção hepática), colagogas (estimula a evacuação da bílis para o intestino, facilitando a digestão). Há indicações que também ajudam nas infeções intestinais, úlceras, resfriados e reumatismo. Têm a capacidade de limpar os dentes e desenvolver os músculos mastigadores das crianças, sendo também um bom expetorante natural e um estimulante do apetite e da digestão.
16-01-2014
Podem ser consumidos cru (em saladas), cozidos (combinados com recheios e molhos, em sopas e acompanhamentos) ou como pickles. Não precisam ser descascado para ser consumido e quando cozidos o sabor é menos característico. Quando ficam velhos adquirem uma textura esponjosa e, neste caso, é melhor usá-los na sopa. As suas folhas podem ser utilizadas como as nabiças para preparar sopas, refogados ou recheios de tartes. As suas flores são comestíveis (já mencionado aqui) e são uma versão picante mais suave do que o próprio rabanete, sendo ideais para adicionar a uma salada ou polvilhar sobre vegetais cozidos, adicionando-lhes um pouco de tempero.
Na horta, devido à rápida ocupação do terreno, os rabanetes podem associar-se às plantas de crescimento lento (alfaces, couves, feijões, cenouras, ervilhas). A vizinhança com a alface-romana (Lactuca sativa var. longifolia) torna-os mais tenros e com o agrião (Nasturtium officinale) melhora-lhes o sabor. A proximidade com o cerefólio (Anthriscus cerefolium) torna-os mais picantes. A planta ao crescer é capaz de repelir várias pragas, como por exemplo o escaravelho dos tomates e pepinos ou a mosca da cenoura. Há uma variedade forrageira que cresce com mais vigor e que pode ser utilizada como adubo verde.
09-05-2013
12-06-2012
19-05-2013
Curiosidades: O rabanete é das plantas hortícolas mais antigas, consta que no Egito há mais de 4700 anos, os construtores das pirâmides consumiam grandes quantidades de rabanete, juntamente com cebola e alho. Sendo também utilizado pelos chineses e coreanos há mais de 2400 anos; Pensa-se que foi a espécie selvagem saramago que deu origem ao rabanete cultivado; O nome comum rábano vem do castelhano “rábano”.

2 comentários:

  1. Minha mãe adora , mas eu não consigo comer,
    bela colheita.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Simone,
      Sim, é verdade que muitas pessoas não conseguem comer rabanetes, deve ser por causa do sabor forte e algo picante!
      Um abraço

      Eliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...