quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Girassol

12-08-2013
Nome científico: Helianthus annuus
Nome comum: girassol
Família: Asteraceae (ou Compositae)
Origem: América

O girassol é uma planta anual que pode atingir entre 1 e 3 metros de altura. É bastante conhecida pelo facto de seguir a luz do sol ao longo do dia. As suas folhas verdes são grandes, opostas, ovais, dentadas, pecioladas e ásperas ao toque. O seu caule é robusto, ereto e simples. As suas inflorescências são grandes, amarelas e caracterizam-se por serem do tipo capítulo, semelhantes às margaridas. Os seus frutos são secos e, por isso, popularmente chamados de sementes. São do tipo aquénio, oblongos, geralmente achatados, compostos pelo pericarpo (casca) e pela semente propriamente dita.

Cultivo: O girassol é uma planta de crescimento rápido. Devido às suas características (heliotropismo) tem de ser obrigatoriamente cultivado ao sol. É pouco exigente quanto ao tipo de solo, mas prefere solos ricos em matéria orgânica e bem drenados. Aprecia uma rega regular para que se possa desenvolver adequadamente, embora suporte períodos de seca. Multiplica-se por semente que deve ser semeada no local definitivo durante a primavera (a geminação ocorre em 7-14 dias a 15ºC).
07-04-2012
30-05-2012
30-05-2012

Propriedades e utilizações: Em traços gerais, o girassol é considerado antirreumático, diurético, expetorante, febrífugo e estomacal. Assim, um chá feito das suas folhas é adstringente, diurético e expetorante, podendo ser usado no tratamento de febres. 
As suas folhas esmagadas são usadas como cataplasma para ajudar a acelerar a cicatrização de feridas e contusões ou para aliviar inchaços e picadas de aranha. A água obtida através da fervura das suas flores e folhas, usada em gargarejos, auxilia o tratamento de problemas da garganta. (Dica: para secar e usar posteriormente, as suas folhas devem ser colhidas quando a planta entra em floração). 
12-07-2013
19-07-2013
30-07-2013
As suas sementes são muito nutritivas e digestivas, sendo apontadas como úteis na prevenção de problemas cardíacos e no tratamento de esclerose múltipla. São ricas em vitamina E, fibras, ácidos gordos saudáveis (ómega-6). Podem ser consumidas cruas sem casca e sem sal, combinando bem com iogurte, saladas, refogados de legumes ou de carne, arroz integral e até sopa. 

Podem ser torradas ou secas e salgadas, sendo consumidas como aperitivo (Levar as sementes ao lume numa panela seca e torrá-las até ficarem castanhas. 
22-08-2013
10-08-2013
Desligar o fogão e adicionar molho de soja. Mexer bem até ficar seco. Deixar arrefecer e guardar dentro de um frasco. Usar como petisco salgado, acompanhamento com sopa ou salada daqui)
A farinha de sementes de girassol, quando misturada com outras farinhas de cereais, faz um pão bastante nutritivo (Dica: colher as sementes quando as flores estiverem secas e deixá-las secar ao sol, protegendo-as das aves). 
Para além de serem utilizadas na alimentação humana, também se usam na alimentação animal, especialmente aves.
As pétalas das suas flores também são comestíveis, podendo ser utilizadas nas saladas.

A nível mundial, o girassol é muito conhecido pelo óleo extraído dos seus frutos/sementes que é, dentro dos óleos vegetais, um dos mais nutritivos e saudáveis para o consumo humano (e mais barato do que o azeite). Assim como é conhecido por ser matéria-prima na produção de biodiesel.
30-07-2013
10-08-2013
10-08-2013
No jardim e na horta, o girassol é uma planta bastante ornamental, existindo variedades anãs. Pode ser usado em bordaduras, junto a muros e paredes. A sua flor pode ser usada como flor de corte, já que existem variedades com uma única flor terminal ou com várias flores menores.
10-08-2013
19-08-2013
As suas flores são atrativas para aves pelas suas sementes e para insetos polinizadores como abelhas e borboletas. Em algumas regiões associa-se a sua plantação à apicultura, pois o mel originário do girassol é apontado como muito saudável.
As suas folhas e flores libertam substâncias químicas (alelopatia) que podem inibir o crescimento de plantas “daninhas” ou cultivadas e afastar alguns insetos nocivos (colocar flores ou folhas em água e deixar ferver por 1 minuto. Coar, deixar arrefecer e pulverizar sobre as plantas atacadas). Por isso, o feijão, especialmente o de trepar, e as batatas não se dão bem com o girassol, no entanto o pepino gosta da sua companhia (Nota: experimentar a consorciação do girassol com a variedade de pepino de trepar).
19-08-2013
19-08-2013
21-08-2013

Curiosidades: O nome do género do girassol, Helianthus, deriva do grego e significa "flor do sol". Isto devido ao facto da planta seguir a luz do sol ao longo do dia (comportamento vegetal conhecido como heliotropismo); Sabe-se que a sua origem foi no continente americano, apesar de existirem algumas controvérsias acerca do local exato; 
A planta foi inicialmente cultivada pelos índios que aproveitavam praticamente todas as suas partes, ou seja, das sementes obtinham uma farinha para a alimentação e um óleo para tratar os cabelos, o caule fornecia-lhes fibras têxteis, as folhas eram utilizadas como alimento para os animais e das suas flores extraíam um corante; O girassol foi introduzido na Europa no século XVI; A flor do girassol simboliza fama, sucesso, sorte e felicidade; Na Hungria acredita-se que esta planta tem propriedades que curam a infertilidade; Em Espanha, para se ter sorte basta ter onze girassóis; A cultura de girassol de sequeiro é caracterizada pela obtenção de uma flor mais pequena; O tupinambo (também chamado de girassol-batateiro) pertencem ao mesmo género do girassol.

2 comentários:

  1. Oba!!!! Aí sim... eu tenho girassóis em casa, então fiquei mega feliz com essa postagem.
    Gostei!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...