sexta-feira, 5 de julho de 2013

Pepino de São Gregório

19-06-2013

Nome científico: Ecballium elaterium
Nomes comuns: Pepino-de-São-Gregório
Família: Cucurbitaceae
Origem: sul da Europa e região do mediterrâneo

07-04-2013
O pepino-de-São-Gregório é uma planta herbácea perene. Possui uma raiz carnuda, da qual nascem caules tenros, grossos, prostrados e rastejantes. Não tem gavinhas. Possui folhas e frutos verdes, estes quando estão muito maduros ganham uma cor amarelada. As suas flores são amarelas e têm cinco pétalas. Toda a planta está coberta por um conjunto de pelos esbranquiçados e rígidos.

É uma planta espontânea em Portugal e é altamente tóxica se ingerida, especialmente o seu fruto. Pode ser encontrada em solos removidos, bermas de caminhos, muros, entulhos e próximo das habitações.

Utilizações: Apesar de ser uma planta altamente tóxica é usada externamente na medicina popular para as dores reumáticas, a artrose, espondilose e para a sarna dos animais. 
29-05-2013
08-05-2013
Os pepinos-de-São-Gregório (frutos) são geralmente recolhidos nos meses de verão e usam-se imaturos, ou seja, antes de libertarem as sementes. Corta-se o  seu pedúnculo com uma faca velha e que não tenha outra utilização. Depois os pepinos são conservados num frasco com álcool (cerca de 10 a 12 pepinos por frasco), ficando a macerar cerca de 15 dias. Passado esse período, faz-se fricções com o líquido no local onde se sentem as dores ou onde falta o pelo nos animais;
29-05-2013
Na Turquia, parece que o sumo do fruto fresco é aplicado diretamente nas narinas (1 gota) para o tratamento de sinusites; Por ser uma planta extremamente resistente a doenças e pragas há quem defenda o seu cultivo junto das cucurbitáceas comestíveis, para que as possa proteger.

Curiosidades: Quando os seus frutos atingem a maturação, destacam-se do pedúnculo e projetam violentamente as suas sementes a uma longa distância (até três metros) para assegurar a continuação da espécie. Em inglês é chamado de squirting cucumber (pepino esguichador) ou exploding cucumber (pepino explosivo) devido a esta característica. 

12 comentários:

  1. Muito parecido com pé de melão, mas o fruto já denuncia que não é.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Olá.
      Sendo o pepino-de-São-Gregório uma planta espontânea que se auto-semeia e até se pode tornar invasiva nunca demos muita importância à sua sementeira. Contudo achamos que se pode semear na primavera em solo fértil e húmido.
      Esperamos ter ajudado.
      Um abraço

      Eliminar
  3. Boa tarde, Alguém me consegue arranjar alguns exemplares? Precisava muito. Muito obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Teresa.
      Temos uma ou duas plantinhas nascidas junto da planta mãe. Caso seja do seu interesse diga - faroleco@gmail.com
      Um abraço

      Eliminar
  4. Boa tarde
    Onde se pode comprar o pepeno de s gregorio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      A planta pepino de S. Gregório é uma planta espontânea em algumas regiões de Portugal Continental.
      Nunca a vimos à venda.
      Caso não encontre e tenha interesse nós costumamos ter plantinhas junto da planta mãe.
      Um abraço

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Olá Diogo,
      A planta pepino de S. Gregório é uma planta espontânea em algumas regiões de Portugal Continental.
      Caso não encontre e tenha interesse nós costumamos ter plantinhas junto da planta mãe.
      Um abraço

      Eliminar
  6. Boa noite,
    ando á procura do pepino de S. Gregorio ,mas não estou a encontrar, na zona de Leiria ja´procurei mas nada,são da zona?

    ResponderEliminar
  7. Em que zona de Portugal, haverá no restrito de Leiria?

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...