quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ainda o fascínio pelos sapos...

Os sapos, as rãs e as salamandras são anfíbios. O nome anfíbio deriva de amphi que significa dos dois lados e bios relativo a vida, fazendo referência ao facto de viverem, durante o seu ciclo de vida, em ambientes aquáticos e ambientes terrestres. 


Hoje em dia, fala-se cada vez mais do declínio dos anfíbios, havendo o risco da sua extinção.
Uma vez que fazem parte de ecossistemas bastante úteis, devemos proteger os habitats existentes e criar outros, onde lhes possamos proporcionar condições de reprodução, abrigo e alimento.
Texto dos Antigos Livros da Primária
Não conhecia as casas para sapos… que há à venda












ou que podemos construir, bastando para isso colocar um vaso de cerâmica de cabeça para baixo e abrir-lhe uma abertura para passagem ou simplesmente dispor uma pedra elevando uma das faces para que o sapo possa entrar e sair. Colocar num ponto escondido perto de uma fonte de água, como um pequeno lago ou tanque.

E gostei desta ideia, encontrada na net, para um pequeno lago... 

2 comentários:

  1. Belas ideias!! Vou também ver o que consigo fazer... eu já tive algumas rãs...mas elas não gostam do meu laguinho... vão embora!!

    http://flowersandpplants.blogspot.pt/2012/07/os-charcos.html

    ResponderEliminar
  2. Olá Rosa,

    Segundo o que percebi elas vão embora, mas depois voltam :)
    Os sapos que apareceram no meu charco ao início eram muitos e não se calavam, agora não os oiço e quase que já não vejo nenhum. Acho que deixaram os seus ovinhos e foram embora!

    Um abraço

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...