segunda-feira, 4 de junho de 2012

Erva-Doce ou Anis

20-03-2012
Nome Científico: Pimpinella anisum
Sinonímias: Anisum odoratum, anisum officinale
Nomes comuns: Erva-Doce, Anis
Família: Apiaceae (anterior Umbelliferae)
Origem: Médio Oriente

A Erva-doce é uma planta herbácea anual. 
Possui um caule ereto, delgado e bastante ramificado com folhas muito recortadas. As suas flores são pequenas, brancas e dispostas em umbela e dão origem a sementes com um aroma intenso e sabor adocicado. Tal como no funcho, o principal constituinte ativo é o anetol.

28-05-2012
Cultivo:  Deve ser plantada num local soalheiro, pois necessita de muita luz. É uma planta de climas amenos, pelo que não suporta condições extremas, como geadas, enxurradas ou ventos fortes. Multiplica-se por semente. A sementeira pode ser feita em local definitivo e deve-se pulverizar o solo para que haja uma boa germinação. A colheita das sementes deve ser feita no verão (agosto ou setembro), quando estas atingem uma coloração castanho-esverdeada.

Usos e propriedades:
A Erva-doce é cultivada, essencialmente, para obtenção das sementes, pois a essência que se extrai delas é utilizada na fabricação de licores (por exemplo, as sementes maceradas prolongadamente em aguardente açucarada dão origem ao licor Anisette), na confeitaria, na perfumaria/ cosmética (devido às qualidades antissépticas, o óleo de erva-doce é muito utilizado em pastas de dentes e em repelentes de insetos) e na indústria farmacêutica (para melhorar o sabor de alguns medicamentos). As sementes de erva-doce são, ainda, muito utilizadas como condimento, por exemplo, nas castanhas cozidas, bolos e biscoitos ou com algumas frutas frescas, especialmente os figos.
02-06-2012
As suas folhas também podem ser utilizadas na culinária. Possuem um aroma mais delicado e podem ser consumidas frescas ou cozinhadas. Como são refrescantes podem ser um bom condimento para saladas, sobremesas (doces ou geleias), sopas e guisados (em pratos cozinhados devemos adicionar as folhas no final, para que o sabor não seja perdido).
Das aplicações medicinais destacam-se as digestivas, diuréticas e expetorantes. Alivia a flatulência, regulariza as funções menstruais, é um excelente desinfetante, estimula a ação das glândulas endócrinas, assim como das mamárias. Na medicina popular, diz-se ser  uma planta afrodisíaca.

02-06-2012
Curiosidades: Parece haver registos de que esta planta já era cultivada pelos egípcios em 1500 AC, sendo utilizada como alimento, remédio e bebida; A erva-doce é acrescentada à alimentação do gado para que a produção de leite seja aumentada; Na Índia, a água do Anis é muito utilizada como água-de-colónia; Na horta, semeada com os coentros germina melhor, desenvolve-se com mais vigor e dá flores mais bonitas.

1 comentário:

  1. Viva

    O seu blog está fantástico, parabéns.
    Estive a ler sobre o anis a boa informação que aqui tem, tenho lá para plantar na terra e decerto que me dará muito jeito esta leitura.
    Cumprimentos´

    João Gomes

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...