quarta-feira, 21 de março de 2012

Boca de Lobo

06-03-2012
Nome Científico: Antirrhinum majus
Nomes comuns: Boca-de-Lobo, Boca-de-Leão, Antirrino
Família: Plantaginaceae (anterior Scrophulariaceae)
Origem: Europa e Região Mediterrânea

A Boca-de-lobo é uma planta herbácea anual muito usada em canteiros, bordaduras, vasos e com flor de corte. As suas flores aparecem no final do inverno e início da primavera e possuem um formato muito característico. Hoje em dia, existem muitas variedades com flores de cores e combinações diversas.
16-03-2012
Há uma planta do mesmo género que cresce espontaneamente na região mediterrânica, incluindo Portugal, podendo ser encontrada em terrenos secos como zonas rochosas e zonas próximas do litoral.

Cultivo: As bocas-de-lobo devem ser plantadas em sol pleno, pois precisa de pelo menos 4 horas diárias de sol direto. Preferem solos ricos em matéria orgânica e bem drenados. Suportam o solo seco e são plantas resistentes ao frio. Multiplicam-se por sementes (a sementeira deve ser realizada de março a junho e as sementes necessitam de luz para germinar).
16-03-2012

Curiosidades: Quando as flores das bocas-de-Lobo são apertadas levemente com a ponta dos dedos formam delicadas bocas (de lobos, leões, dragões, coelhos…) e assim se explica a origem do seu nome comum; Alguns beija-flores e insetos conseguem afastar as pétalas para atingir o depósito de néctar que existe no interior da flor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...