sexta-feira, 16 de junho de 2017

Hortelã de cabra

28-02-2017

Nome científico: Cedronella canariensis
Sinonímia: Cedronella triphylla
Nomes comuns: Hortelã-de-cabra, Hortelã-de-burro, Mentastro
Família: Lamiaceae (ou Labiatae)
Origem: Região Macaronésia 

28-02-2017
A hortelã-de-cabra é uma planta herbácea e aromática com um ciclo de vida perene. É lenhosa na base e possui vários caules que podem alcançar até 150 cm de altura. As suas folhas são trifolioladas e pecioladas. As suas inflorescências apresentam-se num cacho terminal composto por várias flores em tons rosados.
É uma planta endémica da Região Macaronésia (Arquipélago dos Açores, Arquipélago da Madeira e Ilhas Canárias).

Cultivo: No seu habitat natural é frequente em lugares sombrios. Adapta-se a solos arenosos ou argilosos desde que sejam húmidos, mas bem drenados. Aprecia uma boa exposição solar, mas tolera a meia sombra. Deve ser podada com frequência de forma a estimular novas rebentações da base. É sensível a temperatura baixas, especialmente geadas, pelo que deve ser protegida.
14-05-2017
Multiplica-se através de sementes (sementeira na primavera) ou estacas.

20-04-2017
Propriedades e utilizações: Apesar das propriedades que lhe são atribuídas e de alguns trabalhos científicos relativos à composição dos seus óleos essenciais, esta planta ainda não foi muito estudada. Contudo, tem sido utilizada na medicina popular como digestiva, calmante e antiespasmódica. A infusão das suas folhas e flores é usada tradicionalmente para prevenir constipações e problemas respiratórios (descongestionante, anticatarral, dor de garganta). Pode, ainda, ser usada em forma de inalações de vapor.
Segundo um estudo etnobotânico, o chá de hortelã-de-cabra foi referido como capaz de ajudar a baixar o colesterol.
27-04-2017
26-04-2017
As suas folhas são utilizadas na produção de pot-pourri.
Na horta, a sua floração atrai insetos polinizadores e o seu intenso aroma pode torna esta planta num repelente de pragas.

Curiosidades: O nome do género, Cedronella, é uma adaptação da palavra latina cedrus (cedro), devido ao aroma da planta; O nome da espécie canariensis é o epíteto que se refere às Ilhas Canárias; A infusão conseguida através desta planta é conhecida por “Thé de Canaries”; O seu aroma é, por vezes, descrito como sendo uma mistura de cedro, cânfora e bálsamo; Só esta plante é que faz parte deste género e o que a distingue são as suas folhas trifolioladas, incomuns na família Lamiaceae, que geralmente possuem folhas simples. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...