terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Chasmanthe aethiopica

03-02-2014

Nome científico: Chasmanthe aethiopica
Família: Iridaceae
Origem: África do Sul

A planta Chasmanthe aethiopica é uma herbácea bolbosa de ciclo de vida perene. As suas folhas, dispostas em leque, são lanceoladas e verdes, possuindo uma nervura central destacada. As suas inflorescências são espigas achatadas com flores tubulosas, laranja-avermelhadas que apresentam pétalas de diferentes tamanhos (as superiores são mais longas e em forma de colher enquanto que as inferiores são menores). As suas inflorescências antecedem um fruto em forma de cápsula com sementes do tamanho de ervilhas.
É uma planta usada como ornamental devido aos seus tufos e às suas brilhantes flores que ocorrem no final do inverno.
03-02-2014

Cultivo: É uma planta fácil de cultivar, pois não requer cuidados especiais. Deve ser plantada sob pleno sol. Tolera a maioria dos solos desde que sejam bem drenados. A planta perde a sua parte aérea (as suas folhas) no verão e rebenta novamente no início do outono. Resiste à seca e é uma planta muito resistente a pragas e doenças. Multiplica-se, facilmente, através dos pequenos rebentos que ocorrem junto do bolbo principal e também a partir de sementes que são dispersas por aves e pela chuva.

Curiosidades: O nome do género, Chasmanthe, deriva do grego chasme e anthos, referindo-se às suas flores abertas e com pétalas de diferentes tamanhos; A este género só pertencem três espécies: Chasmanthe aethiopica, C. floribunda (que tem um cultivar com flores amarelas, C. floribunda var. duckittii) e a C. bicolor; Esta planta é semelhante aos géneros Watsonia e Crocosmia; Devido à facilidade com que se propaga, esta planta, caso encontre as condições favoráveis ao seu desenvolvimento, pode-se tornar invasora.
03-02-2014
03-02-2014
03-02-2013

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...