quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Beladona

26-09-2013

Nome científico: Amaryllis belladona
Nomes comuns: Beladona, amarilis, beladona-falsa, despedidas-de-verão, sogras-e-noras, açucena-da-serra, “naked lady”
Família: Amaryllidaceae
Origem: África do Sul

A beladona é uma planta herbácea, vivaz e bolbosa. Possui uma característica marcante, ou seja, quando ocorre a sua floração a planta não tem qualquer folha, pois a sua folhagem verde só aparece depois. As suas flores são grandes, vistosas, branco-rosadas, perfumadas, em forma de trombeta e nascem no final de longas hastes, formando aglomerados que podem ir de seis a doze flores e que podem durar até oito semanas. As suas hastes podem crescer até 50 centímetros acima do solo, são robustas e possuem uma cor vermelha-púrpura e esverdeada. Os seus bolbos, parecidos com cebolas, permanecem em dormência durante o verão.
Pode ser plantada em grupo, pois aumenta o seu impacto visual, sendo muito apreciada nas composições com os agapantos (Agapanthus africanus). Por vezes, é usada individualmente em canteiros e vasos.

15-12-2012
Cultivo: É uma planta rústica e se estiver plantada livre no jardim/campo quase não precisa de cuidados. Pode ser plantada em lugares bastante soalheiros, assim como à semi-sombra. É resistente à secura, permanecendo dormente até que a humidade no solo permita o seu desenvolvimento. Só há necessidade de rega em situações de secura extrema ou caso ocorram secas outonais ou invernais após chuvas que tenham quebrado a dormência do bolbo. Para proteger a planta da geada podemos usar uma camada espessa de palha, folhas e até mesmo fetos. Multiplica-se por semente ou pela divisão dos pequenos bolbos que vão aparecendo junto da planta-mãe. Neste último caso, só devemos fazer a divisão após o desaparecimento da folhagem.

Curiosidades:açucena/amarílis pode ser parecida, mas a beladona (Amaryllis belladonna) é a verdadeira amarílis, apesar de, popularmente, muitas espécies serem assim chamadas; 
26-09-2013
02-10-2013
Esta espécie, devido à variabilidade da coloração das suas flores, foi repetidamente descrita, resultando numa extensa sinonímia; Diz-se que o nome popular "sogras-e-noras" foi originado pelo facto das flores estarem, normalmente, de costas voltadas umas para as outras; Em inglês é chamada de naked lady, ou seja, mulher nua; No seu habitat natural esta planta é encontrada em pequenos grupos densos entre rochas; A sua flor emana um perfume tão intenso que pode provocar dores de cabeça às pessoas mais sensíveis; Os seus bolbos não devem ser confundidos com cebolas, pois são extremamente tóxicos para homens e animais; Há registos que devido à sua toxicidade foram usados extratos da planta como veneno, incluindo para envenenar flechas e outras armas perfurantes.

3 comentários:

  1. São lindas! também as tenho no quintal, não exigem qualquer cuidado e ano após ano lá estão elas BELAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E .... será que são venenosas para os animais??? É que tenho uma cadela ... Obrigada

      Eliminar
    2. Olá.
      "Todas as partes da planta contêm alcalóides tóxicos, sendo que a maior concentração ocorre no bolbo e nas sementes". A maior parte dos relatos contam que esta toxicidade é geralmente mais acentuada em animais (cães, gatos, cabras...) do que nos humanos, provocando vómitos, diarreia, desconforto abdominal...
      Mas acreditamos que cães e gatos não tenham vontade de comer os bolbos!
      Um abraço

      Eliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...