sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Visitantes: Vespa

27-04-2013
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Hymenoptera
Família: Vespidae
Nome científico: Polistes dominula
Nome comum: Vespa, vespa-do-papel, vespa-do-papel-europeia

As vespas-do-papel são insetos de hábitos diurnos que podem atingir até 2 cm de comprimento. Estas vivem em sociedade, ou seja, vivem numa relação ecológica que se caracteriza pela divisão de trabalho, cooperação e comunicação entre os indivíduos que a compõe (mas há espécies de vespas que são solitárias). Apresentam dois pares de asas membranosas e um corpo delgado de cor amarelada com riscas pretas. 
02-08-2013
A sua “cintura fina” liga o tórax ao abdómen e o seu ferrão contém uma substância venenosa utilizada como defesa contra predadores ou para capturar as suas presas. Isto porque, estas vespas são carnívoras, comendo aranhas, moscas e borboletas (ou restos destes insetos). Algumas vespas adultas podem alimentar-se de néctar ou pólen, de frutas bem maduras e outros alimentos açucarados.
As vespas-do-papel não são consideradas muito agressivas, pelo menos até se sentirem ameaçadas. Não perdem o seu ferrão quando picam, podendo-o utilizar repetidamente, nem morrem após a picada como acontece com a maioria das abelhas.
31-07-2013
“As vespas distinguem-se com facilidade das abelhas devido à cor amarelada e às suas manchas negras nos segmentos abdominais da maioria das espécies. A vespa possui um ferrão sem farpelas pelo que não fica preso à vítima, o que lhe permite infligir picadas múltiplas. O veneno da vespa é diferente do de abelha e devido ao facto do ferrão não ficar na ferida é inoculado em pequena quantidade. No entanto, a picada de vespa pode originar infeções com mais facilidade, uma vez que o ferrão pode transportar agentes infeciosos em virtude das vespas se alimentarem, por exemplo, de cadáveres em decomposição.
09-03-2013
A picada da vespa provoca dor intensa e origina edema e inflamação local que, se não forem tratados, podem persistir até 15 dias. O tratamento é similar ao da picada de abelha com duas pequenas diferenças: não é necessário retirar o ferrão e devido ao seu veneno ter características alcalinas, as compressas de bicarbonato são contraindicadas, devendo ser substituídas por compressas embebidas em vinagre ou sumo de limão” (daqui)
A picada deve ser bem lavada com água e sabão, podemos aplicar gelo ou compressas frias para diminuir o edema e podemos, ainda, aplicar óleo essencial de alfazema ou Tea Tree para ajudar a acalmar a picada, refrescar e desinflamar.
09-03-2013

Curiosidades: Popularmente, todas as espécies de himenópteros que não são abelhas nem formigas, são conhecidas como vespas o que dificulta a sua identificação, pois temos insetos chamados de vespas que pertencem a géneros diferentes. Temos por exemplo a Polistes gallicus, que é também uma vespa-de-papel-europeia quase indistinguível da Polistes dominula. Temos a vespa-comum (Vespula vulgaris) e a vespa-germânica (Vespula germanica) que são muito semelhantes e que ambas constroem o seu ninho no/ou perto do chão; 
31-07-2013
O seu nome comum, vespa-de-papel, está relacionado com o facto desta espécie de vespa construir o seu ninho à base de fibras vegetais (madeira, cascas de árvores) que transforma através da mastigação, numa substância parecida com papel; As vespas podem ser úteis para os jardins, pois comem insetos, artrópodes, moscas e até mesmo lagartas, evitando que se tornem pragas; Só as vespas fêmeas são providas de um ferrão, logo os machos não têm a capacidade de picar.
02-08-2013

Para não me esquecer: Da próxima vez que me cruzar com estes belos visitantes, não posso ficar imóvel à espera que não se sintam incomodados... o melhor é não incomodar mesmo!

5 comentários:

  1. Na minha casa tem várias dessas... danadas!
    bjs e excelente final de semana
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como dói a sua picada! :(
      Bom fim de semana

      Eliminar
  2. Por aqui não encontrei nenhuma , mas pela foto faz
    um grande estrago.

    tenha um bom fim de semana.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Simone,
      O estrago é doloroso mas dura pouco tempo, felizmente!
      Boa semana

      Eliminar
  3. Quanto tempo ela habita em seu ninho?
    Marcelodpao@gmail.com

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...